FotoMochileiros

Melbourne, Austrália

2

Melbourne foi mais uma dessas surpresas boas. Entrou em nosso roteiro no último segundo, só porque tínhamos um voo extra e decidimos escolhê-la como destino bônus. E olha, que decisão acertada, viu?

 

Melbourne ao pôr-do-sol, vista da Eureka Tower - o ponto de observação mais alto do sul do mundo!

Melbourne ao pôr-do-sol, vista da Eureka Tower – o ponto de observação mais alto do sul do mundo!

A capital cultural da Austrália foi uma das cidades mais vivas que conhecemos. A agenda cultural é lotada de eventos, seja em dias de semana ou fim-de-semana. Nas ruas muitas performances artísticas, além de cafés cheios de gente estilosa (fazendo jus ao outro título que Melbs detém: capital fashion da Austrália).

Tudo isso é bom demais, mas trouxe probleminhas para o nosso estilo de vida mochileiro. O primeiro foi sentir-se maltrapilho, vestindo a mesma roupa gasta dos últimos seis meses, enquanto ao nosso redor só tinha gente chique e cheirosa. O segundo foi não ter grana suficiente pra aproveitar a cidade, já que a maioria dos programas é pago. Mas com um pouco de cara de pau, pesquisa, e apertando o orçamento aqui e ali, até que nos viramos bem.

Conseguimos ir ao teatro, museu, a um jogo de futebol australiano (esporte típico de Melbourne, mistura entre o nosso futebol e o americano), cinema ao ar livre, e até mesmo a uma degustação de vinhos locais! Isso sem contar as boas caminhadas pelas ruas, e os momentos divertidos com nosso anfitrião australiano, Mark.

 

Próximo a Melbourne existem algumas regiões vinícolas. Tivemos a oportunidade de participar de um evento para experimentar a produção local e aprender um pouco sobre vinhos. Aqui a Tati com sua primeira taça.

Próximo a Melbourne existem algumas regiões vinícolas. Tivemos a oportunidade de participar de um evento para experimentar a produção local e aprender um pouco sobre vinhos.
Aqui a Tati com sua primeira taça.

...e aqui após 14 degustações de vinho, duas de torta salgada e uma de amendoim (essa última, como pode-se perceber, ela amou).

…e aqui após 14 degustações de vinho, duas de torta salgada e uma de amendoim (essa última, como pode-se perceber, ela amou).

Gol! Ou ponto, não sei bem ao certo. O que importa é que foi divertido. :)

Gol! Ou ponto, não sei bem ao certo. O que importa é que foi divertido. :)

Assistimos à pré-estreia de "The Grand Budapest Hotel" sentados na grama, em companhia de centenas de pessoas e dos maiores morcegos que já vimos!

Assistimos à pré-estreia de “The Grand Budapest Hotel” sentados na grama, em companhia de centenas de pessoas e dos maiores morcegos que já vimos!

Segundo o Mark, os dois símbolos de Melbourne são o futebol australiano e os trolleys. Esses bondes elétricos são o principal meio de transporte público da cidade. Nós, inclusive, passamos horas dentro deles.

Segundo o Mark, os dois símbolos de Melbourne são o futebol australiano e os trolleys. Esses bondes elétricos são o principal meio de transporte público da cidade. Nós, inclusive, passamos horas dentro deles.

Olha aí que cidadezinha ajeitada. Essa é uma rua qualquer, numa noite qualquer.

Olha aí que cidadezinha ajeitada. Essa é uma rua qualquer, numa noite qualquer.

bkes_marked

 

Opa! As margens do rio Yarra, no centro da cidade, também são uma beleza pra relaxar.

Opa! As margens do rio Yarra, no centro da cidade, também são uma beleza pra relaxar.

Nossos primeiros dias australianos foram uma delícia! O destino tem colocado bons desvios em nosso caminho, e Melbourne foi um dos melhores. Depois de curtir novas experiências, e fazer novos amigos, partimos para nossa segunda e última parada na Austrália: Sydney. A maior cidade da Oceania nos aguarda! 😉

2 Comentários / Comments

Envie seu comentário!